Blog

Inbound Marketing para advogados: como encantar clientes e mantê-los engajados

abril de 2019

Aprenda como escritórios de advocacia e advogados autônomos podem inovar os processos e a forma de se comunicar com o público, mesmo num setor tão tradicional quanto o setor jurídico.

Advocacia 2.0: o advogado empreendedor

Em toda categoria existe uma vanguarda, profissionais que ajudam seus colegas a enxergar o futuro: a estes damos o nome de advogados 2.0, que entendem que um escritório  advocacia também é uma empresa, que necessita de uma boa saúde financeira, um bom programa de recrutamento, de automação de processos e marketing.

Em vez de papéis e visitas ao fórum, esses advogados estão aprendendo outras filosofias de trabalho, monitorando seus processos automaticamente, construindo um CRM, aplicando design thinking. E no lugar do juridiquês, eles estão aprendendo a falar a língua dos negócios: budget, churn, lawtech, mobile first, Google AdWords e Inbound Marketing – esse último, um belo passaporte para dar o start na estratégia de negócio de um escritório, pois implica diretamente na forma como ele atrai e encanta novos clientes.

1. Funil de vendas:

  • Atrair: chamar atenção de pessoas interessadas em encontrar conteúdo jurídico ou um bom advogado para representá-lo(a);
  • Converter: conseguir informações e contatos (nome, e-mail, telefone) destas pessoas para interação e apresentação de quem é você e o que seu negócio faz;
  • Vender: você atraiu as pessoas, apresentou seu negócio e posicionou-se como referência em serviços jurídicos. Se elas estiverem precisando de um advogado, você é a primeira opção de fechamento;
  • Encantar: prestado o serviço, você não precisa abandonar um contato – afinal ele pode lhe pedir alguma demanda futura ou lhe indicar para algum amigo ou familiar com o mesmo problema. Portanto, fidelize seu cliente eventual em um cliente recorrente ou em um divulgador do seu trabalho. Mantenha o contato, afinal, “quem não é visto não é lembrado”.

2. Marketing de conteúdo:

Com o nome bem didático, o marketing de conteúdo consiste em apresentar seus serviços produzindo conteúdos. É uma prática muito saudável, pois além de não ser invasiva, gera valor para as pessoas. Ela também entra nos parâmetros de marketing imposto pelo Código de Ética da profissão, que é bem rígido quando o assunto é ‘fazer propaganda’.

Segundo uma pesquisa da Kantar Ibope Media, 73% dos internautas brasileiros afirmam que recorrem à internet para se informar antes de comprar alguma coisa. E como o serviço jurídico prestado pelo escritório também é uma decisão de compra, é natural que uma pessoa, interessada em abrir um processo, pesquise no Google, por exemplo:

Quais são as principais dúvidas que você acredita que seus clientes tenham? Sabe aquelas perguntas que se repetem diariamente, por pessoas diferentes? Se elas perguntam diretamente a você, o que te faz pensar que elas também não pesquisam isso na internet?

Com um bom conteúdo, você pode responder a todas elas ao mesmo tempo!

Apresente-se ao seu futuro cliente como referência no assunto. Conecte os anseios dele com a maneira que você pode ajudá-lo. Na prática, escreva bastante, divulgue seus conteúdos nas redes sociais, tire as dúvidas dele, mostre como sua equipe trabalha e como os dois (seu escritório de advocacia e o cliente) têm tudo a ver.

Se você fizer um bom trabalho e conseguir a oportunidade valiosa de que uma pessoa dê seus dados a você, faça uma automação eficaz para seu “novo conhecido” evoluir dentro do funil e se transformar em seu cliente.

3. Automação de marketing:

A automação de marketing é uma atividade executada por meio de plataformas digitais e softwares, que permite que praticamente todos os processos de relacionamento do advogado com seu contato (lead) sejam automáticos.

Ela faz com que um mero contato avance no funil e se transforme em um lead. Tudo isso à base de um relacionamento constante, criando um elo de confiança da pessoa na autoridade do advogado e do seu escritório. Essas “automações de relacionamento” se chamam fluxos de automação.

Fonte: RD Station 

COMPARTILHE

Categorias
Postagens recentes
outubro 18, 2019

5 tipos de conteúdos para blogs

O blog é um dos pontos de partida para colocar sua…

outubro 08, 2019

Como ter um blog de sucesso

Produzir conteúdos para blog não é para qualquer…

setembro 30, 2019

Porque sua empresa precisa ter um site

Hoje, as marcas que tem presença digital têm grandes…